Av. República do Líbano, 1034 Vila Nova Conceição - SP 11 3059.2020 11 3050.1010

AGENDE ONLINEResultado de Exames

Vivemos atualmente em uma mundo global, onde, na palma de nossas mãos, temos acesso a mais informação do que jamais poderíamos imaginar ou necessitar. A integração entre internet, redes sociais e os aparelhos celulares tornou muito mais simples a forma de fazermos negócios, realizarmos compras, falarmos com nossos amigos.

Mas, à medida que nos tornamos verdadeiramente dependentes dessa tecnologia, é necessário também avaliar as consequências negativas, especialmente para nossas crianças. Estudos têm demonstrado uma epidemia global de miopia, conhecida como o “boom da miopia”. Já falamos sobre esse tema aqui.

Pesquisas demonstram a relação entre o aumento dos casos de miopia, bem como uma série de outros problemas de saúde ocular, ao uso excessivo de dispositivos eletrônicos e muito tempo gasto dentro de casa durante a infância. Isso porque a luz natural é protetora da retina, logo, o excesso do uso dos aparelhos eletrônicos, com consequente falta de atividades ao ar livre, levam aos problemas oculares.

É muito importante os pais e professores estarem cientes de que existe sim uma epidemia de miopia para que possam ensinar as crianças a terem hábitos saudáveis de uso do celular e outros aparelhos eletrônicos. Além, claro, de incentivarem as brincadeiras fora de casa. Não é uma tarefa fácil estabelecer limites para os pequenos, mas é necessário. Aqui vão algumas orientações:

– Manter limites de tempo diários para uso dos celulares. Para as crianças mais novas que não entenderam o conceito de tempo, outros pontos de referência, como um episódio de desenho animado ou um nível de jogo, podem ser mais fáceis.

– O uso dos celulares deve ser evitado por pelo menos uma hora antes de dormir e não devem usar dispositivos quando estiverem na cama. A

exposição à luz azul emitida pelas telas causa interrupções no sono, além de causar fadiga ocular.

– Apesar de não haver uma diretriz sobre a distância entre a tela e o rosto, preconiza-se algo entre 30 e 35 cm. Os jovens tendem a manter os aparelhos muito próximos ao rosto, o que causa fadiga ocular e aumenta o risco de miopia.

– Faça acompanhamentos regulares ao oftalmologista, pelo menos uma vez por ano. Ele é essencial para a saúde ocular criança.