Av. República do Líbano, 1034 Vila Nova Conceição - SP 11 3059.2020 11 3050.1010

AGENDE ONLINEResultado de Exames
Aumento dos casos de miopia em jovens

Aumento dos casos de miopia em jovens

Vivemos atualmente em uma mundo global, onde, na palma de nossas mãos, temos acesso a mais informação do que jamais poderíamos imaginar ou necessitar. A integração entre internet, redes sociais e os aparelhos celulares tornou muito mais simples a forma de fazermos negócios, realizarmos compras, falarmos com nossos amigos. Mas, à medida que nos tornamos verdadeiramente dependentes dessa tecnologia, é necessário também avaliar as consequências negativas, especialmente para nossas crianças. Estudos têm demonstrado uma epidemia global de miopia, conhecida como o “boom da miopia”. Já falamos sobre esse tema aqui. Pesquisas demonstram a relação entre o aumento dos casos de miopia, bem como uma série de outros problemas de saúde ocular, ao uso excessivo de dispositivos eletrônicos e muito tempo gasto dentro de casa durante a infância. Isso porque a luz natural é protetora da retina, logo, o excesso do uso dos aparelhos eletrônicos, com consequente falta de atividades ao ar livre, levam aos problemas oculares. É muito importante os pais e professores estarem cientes de que existe sim uma epidemia de miopia para que possam ensinar as crianças a terem hábitos saudáveis de uso do celular e outros aparelhos eletrônicos. Além, claro, de incentivarem as brincadeiras fora de casa. Não é uma tarefa fácil estabelecer limites para os pequenos, mas é necessário. Aqui vão algumas orientações: – Manter limites de tempo diários para uso dos celulares. Para as crianças mais novas que não entenderam o conceito de tempo, outros pontos de referência, como um episódio de desenho animado ou um nível de jogo, podem ser mais fáceis. – O uso dos celulares deve ser evitado por pelo menos...
Lentes fácicas

Lentes fácicas

As lentes intraoculares fácicas de câmara posterior são uma excelente alternativa de correção da visão para pacientes que não podem se beneficiar da cirurgia a laser. Elas são indicadas para pacientes que apresentem graus elevados de miopia, hipermetropia e astigmastismo, ou córneas muito curvas ou finas e em pacientes com ceratocone – situações onde a cirurgia a laser não são recomendadas. Para miopia, essas lentes intraoculares são capazes de corrigir até 18 graus, para hipermetropia, até 10 graus e astigmatismo até 6 graus. Através dessa cirurgia, é possível tornar-se independente dos óculos e corrigir a visão, com adaptação dentro de algumas semanas. A cirurgia, com anestesia local com colírios, é indolor e feita por meio de uma pequena incisão para implantação da lente. O cirurgião é o responsável por definir a melhor opção, de acordo com a necessidade de correção do grau. O procedimento cirúrgico é permanente e a lente é invisível a olho nu, assegurando resultado bastante satisfatório aos...
O boom da miopia

O boom da miopia

Um artigo publicado na revista Nature revelou um fato no mínimo alarmante: em quase todos os países do mundo, o número de pessoas com miopia aumentou consideravelmente. Para se ter uma ideia, há 70 anos a China tinha de 10 a 20% de sua população míope. Hoje esse número chega a 90% entre os adolescentes e adultos jovens. Segundo estudiosos, estamos caminhando para uma epidemia global da miopia. Depois de anos de pesquisa realizada em diversos países, concluiu-se que a causa é atribuída às mudanças no estilo de vida da população, mais especificamente ao fato de as pessoas fazerem poucas atividades ao ar livre. Estudos sustentam que a luz natural é protetora da retina e que a permanência excessiva em ambientes fechados, associada ao excesso de leitura (incluindo celulares e computadores), levam ao aumento da miopia. A melhor forma de prevenir é promover atividades ao ar livre para crianças; o aumento da quantidade de tempo que elas passam fora de ambientes fechados realmente pode retardar a progressão desses números. Você Sabia? Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, cerca de 80 % de todas as deficiências visuais podem ser prevenidas ou curadas; Estima-se que 285 milhões de pessoas são deficientes visuais em todo o mundo: 39 milhões de cegos e 246 com baixa visão; Globalmente, os erros refracionais não corrigidos são a principal causa de deficiência visual moderada e grave; Catarata ainda é a principal causa de cegueira em países de renda média e...
Lentes trifocais

Lentes trifocais

Revisando: a catarata causa a perda gradativa da visão pela opacificação do cristalino. O tratamento mais indicado é a cirurgia, na qual após a fragmentação e aspiração do cristalino opacificado, é implantada uma lente que também pode corrigir problemas refracionais. Até há pouco tempo tínhamos disponíveis lentes que corrigiam pontualmente apenas longe ou perto. Há mais de dez anos existem lentes que corrigem tanto longe quanto perto (as bifocais). Recentemente aprovada no Brasil e reconhecida há algum tempo em demais países, temos a lente TRIFOCAL disponível em nossa grade de escolhas, que hoje é utilizada como tratamento para correção das ametropias (graus) para quem apresenta a catarata e ainda proporciona uma visão plena, permitindo que enxerguemos para longe, meia distância (computador) e perto. A lente é implantada nos olhos no lugar do cristalino opacificado uma única vez. Desse modo, além da cirurgia com o implante da lente trifocal devolver a visão, ela também permite aos pacientes independência dos...
Cirurgia Refrativa

Cirurgia Refrativa

Quem pode fazer? A cirurgia refrativa é indicada para pacientes portadores de miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia, maiores de 18 anos e com grau estável. O procedimento é seguro e eficaz, com pouca chance de complicação e tem como objetivo independência do uso de óculos, através da melhora da visão. Como funciona? A correção visual a laser pode ser realizada através de diferentes técnicas cirúrgicas. As mais utilizadas são o LASIK (Laser In Situ Keratomileusis), e o PRK (Photorefractive Keratectomy). O LASIK é uma avançada técnica cirúrgica, precisa, rápida e indolor, realizada a partir da execução de um flap corneano (aba da córnea que é levantada), onde é aplicado o laser na córnea. Por fim, depois da aplicação do laser, o flap é reposicionado, adquirindo uma aderência natural, sem a necessidade de pontos ou suturas. O LASIK com Laser de Femtosegundo é a mais moderna técnica na cirurgia refrativa. Não mais se utiliza lâmina para execução do flap da córnea, sendo este realizado a laser. A maioria dos pacientes retorna às atividades diárias no dia seguinte ou em poucos dias, seguindo as prescrições pós-operatórias do médico. O PRK é caracterizado pela raspagem da camada mais superficial da córnea, denominada epitélio. Em seguida, é aplicado o laser que remodela a córnea, sem execução de flap. Por fim, uma lente de contato terapêutica é colocada na intenção de proteger a área onde foi aplicado o laser. Cerca de 7 dias depois, a lente é removida e a visão melhora gradualmente nas duas primeiras semanas, alcançando seu resultado esperado em algumas semanas. Recuperação O ponto em comum dessas técnicas é a recuperação...