Av. República do Líbano, 1034 Vila Nova Conceição - SP 11 3059.2020 11 3050.1010

AGENDE ONLINEResultado de Exames

Em 2015, foram identificados os primeiros casos de microcefalia no Brasil. Microcefalia é o nome dado à malformação congênita que impede o desenvolvimento do cérebro dos bebês com perímetro cefálico inferior a 32 cm. De acordo com o Ministério da Saúde, essa malformação está relacionada ao zika vírus, infecção causada pelo vírus ZIKN, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, também transmissor da dengue e da febre chikungunya.

 

Recentemente, foi feita uma nova descoberta sobre a doença que identifica sua relação com problemas oculares. De acordo com pesquisas publicadas, a microcefalia e o zika vírus afetam a visão, a partir de alterações significativas na retina e no nervo óptico dos bebês. O comprometimento ainda precisa ser avaliado, porém acredita-se, pelo nível das lesões, que haverá uma perda significativa da visão em alguns destes pacientes. É importante, portanto, o acompanhamento multidisciplinar para casos de microcefalia, incluindo a presença do médico oftalmologista, a fim de prevenir, diagnosticar e tratar as doenças oculares, bem como estimular a visão e reabilitação dos pacientes.

 

Diante dessa triste constatação, torna-se ainda mais necessário o combate e mobilização contra os focos do mosquito Aedes aegypti. É necessário utilizar medidas de prevenção. O combate ao mosquito deve ser incansável e consciente, a partir de ações já disseminadas socialmente, tais como combater a água parada. Deve-se também, especialmente para as grávidas, usar roupas de mangas longas e calças compridas, além da utilização diária de repelente que contenha em sua composição uma das 3 substâncias: Icaridina, DEET e/ou IR 3535.

 

 

Entidades públicas, independentes ou coletivas têm se unido, criando ações de mobilização contra essas doenças. Faça também sua parte.